logo-site
logo-governo
colorido

Inscrições de 01 até 10 de março

Precisa de ajuda? Fale com o atendimento on-line.

Horário de atendimento

segunda até sexta – 9hs às 17hs 

Inscrições de 01 até 10 de março

Precisa de ajuda?

Fale com o atendimento on-line.

Horário de atendimento:

segunda até sexta – 8hrs às 17hrs.

Calendário de execução

✅ Validação do benefício: 11 de março a 05 de abril de 2021.

📢 Publicação do Resultado: 07 de abril de 2021.

💰 Pagamento Parcela 1: 11 a 30 de abril de 2021.

💰 Pagamento Parcela 2: 03 a 15 de maio de 2021.

Calendário de execução

✅ Validação do benefício:

De 11/março até 05/abril

📢 Publicação do Resultado:

07/abril

💰 Pagamento Parcela 1:

De 11/abril até 30/abril.

💰 Pagamento Parcela 2:

De 03/maio até 15/maio

Ação do Governo do Estado do Ceará que tem por objetivo conceder aos trabalhadores e trabalhadoras do setor de eventos um auxílio financeiro. Faz parte de um pacote de ações para socorrer o setor de eventos no Estado em meio à pandemia da Covid-19. 

 

O auxílio será pago em duas parcelas de R$ 500 (quinhentos reais) , mediante cadastro dos profissionais junto ao Mapa Cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Cerca de 10 mil profissionais deverão ser beneficiados. Ao todo R$ 10 milhões serão investidos pelo Estado para transferência dessa renda. Estão inclusos técnicos de som, luz e imagem, montadores de palcos, cerimonialistas de eventos, decoradores de eventos, recepcionistas de eventos, fotógrafos e cinegrafistas de eventos, bem como músicos, humoristas e profissionais de circo.


Segundo o secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, “este auxílio financeiro é um mecanismo importante de proteção social para os trabalhadores que atuam nos eventos, com ênfase nos  técnicos de som, luz e imagem que atuam por trás dos palcos e das cortinas e nos trabalhadores diretos do setor de eventos, como cerimonialista, decoradores, recepcionistas, fotógrafos e cinegrafistas. Nessa mesma lógica, os músicos que fazem a cena artística nos espaços alternativos e bares das cidades cearenses, os humoristas que movimentam as casas de shows ou mesmo os artistas circenses em situação de extrema vulnerabilidade. Este é o público alvo deste auxílio financeiro. Ao tempo que é uma ação de proteção social, apresenta-se também como um mecanismo  de animar esses trabalhadores e artistas que atuam nas redes dos eventos culturais e sociais de nosso estado”.

Ação do Governo do Estado do Ceará que tem por objetivo conceder aos trabalhadores e trabalhadoras do setor de eventos um auxílio financeiro. Faz parte de um pacote de ações para socorrer o setor de eventos no Estado em meio à pandemia da Covid-19. 

 

O auxílio será pago em duas parcelas de R$ 500 (quinhentos reais) , mediante cadastro dos profissionais junto ao Mapa Cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Cerca de 10 mil profissionais deverão ser beneficiados. Ao todo R$ 10 milhões serão investidos pelo Estado para transferência dessa renda. Estão inclusos técnicos de som, luz e imagem, montadores de palcos, cerimonialistas de eventos, decoradores de eventos, recepcionistas de eventos, fotógrafos e cinegrafistas de eventos, bem como músicos, humoristas e profissionais de circo.


Segundo o secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, “este auxílio financeiro é um mecanismo importante de proteção social para os trabalhadores que atuam nos eventos, com ênfase nos  técnicos de som, luz e imagem que atuam por trás dos palcos e das cortinas e nos trabalhadores diretos do setor de eventos, como cerimonialista, decoradores, recepcionistas, fotógrafos e cinegrafistas. Nessa mesma lógica, os músicos que fazem a cena artística nos espaços alternativos e bares das cidades cearenses, os humoristas que movimentam as casas de shows ou mesmo os artistas circenses em situação de extrema vulnerabilidade. Este é o público alvo deste auxílio financeiro. Ao tempo que é uma ação de proteção social, apresenta-se também como um mecanismo  de animar esses trabalhadores e artistas que atuam nas redes dos eventos culturais e sociais de nosso estado”.

Quem pode receber ?

✅ Profissionais residentes no estado do Ceará nas seguintes áreas de atuação:

  📌 Artistas Circenses.

  📌 Artistas de rua.

  📌 Cerimonialista de Eventos.

  📌 Cinegrafista de Eventos.

  📌 Decoradores de Eventos.

  📌 Fotógrafos de Eventos.

  📌 Humorista.

  📌 Músico(a).

  📌 Produtor(a).

  📌 Recepcionistas de Eventos.

  📌 Técnico(a) de Cenotecnia

  📌 Técnico(a) de Figurino

  📌 Técnico(a) de Iluminação.

  📌 Técnico(a) de Produção.

  📌 Técnico(a) de Montagem.

  📌 Técnico(a) de Sonorização.

 

✅ Tenham idade igual ou maior que 18 anos.

 

✅ Atuação social ou profissional no setor de eventos nos 24 (vinte e quatro) meses anteriores à data de publicação da Lei Nº17.385/2021 ( 24 de fevereiro de 2021 ) , comprovada a atuação de forma documental ou autodeclaratória.

 

✅ Estejam cadastrados como agente cultural na plataforma Mapa Cultural do Ceará, que faz parte do Sistema de Informações e Indicadores Culturais – SISCULT, e também obrigatoriamente inscritos, homologados, e aprovados no Auxílio Financeiro aos Profissionais do Setor de Eventos.

 

Quem não pode receber ?

❌ Não sejam residentes no estado do Ceará.

 

❌ Tenham idade menor que 18 anos.

 

❌ Quem tem emprego formal ativo.

 

❌ Sejam titulares de benefício previdenciário ou assistencial ou beneficiários do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o Programa Bolsa Família.

 

❌ Exerçam, a qualquer título, cargo, emprego ou função pública em quaisquer das esferas de governo.

gov-ceara